Distintivo de polícia é vendido pela internet a qualquer pessoa

SALVADOR – Por módicos R$ 86 (com frete incluso), qualquer pessoa pode adquirir, sem restrição, a identidade como brasão da Polícia Civil da Bahia, através da internet.

Apesar de a Secretaria de Segurança Pública informar que só empresas credenciadas- que venceram licitação – estão autorizadas a produzir o distintivo, a empresa paulista Sarquis Distintivos e Identificação oferece uma réplica bastante semelhante – inclusive com o brasão oficial – no seu site.

A Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar o caso. Embora na página principal conste um aviso, de que distintivos e outros acessórios só podem ser adquiridos por pessoas credenciadas – mediante apresentação da cópia da identidade funcional – o CORREIO, para testar a segurança, comprou um distintivo sem apresentar qualquer documento: bastou apenas cadastrar um e-mail, encher o carrinho, escolher a forma de pagamento (cartão de crédito ou boleto bancário) e aguardar a encomenda chegar no endereço indicado.

A denúncia partiu de um grupo de agentes da quarta turma de aprovados no último concurso da Polícia Civil (1997). Somente convocados para trabalhar no início do ano passado, os recém-nomeados alegam ter realizado diligências e incursões sem os distintivos.

Alguns deles chegaram ao ponto de trabalhar com a cópia da nomeação publicada em Diário Oficial. “Isso é uma pouca vergonha! Tinha até colega trabalhando com declaração do delegado, atestando que ele era policial”, bradou um dos denunciantes, cujo nome foi preservado. 

Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Get Adobe Flash player